Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/7387
metadata.dc.type: article
Title: Autenticidade e intermidialidade nos livros iluminados de William Blake: um impasse para a tradução.
Other Titles: Authenticity and intermediality in william Blake’s illuminated books: a translatorial Impasse.
Authors: Steil, Juliana
Abstract: Este artigo examina como as traduções da obra de William Blake para a língua portuguesa tratam a materialidade visual dos livros iluminados do autor. Nesse sentido, são discutidas soluções apresentadas em traduções como “A rosa doente” (tradução de Augusto de Campos, Viva Vaia, 1979) e Jerusalém (tradução de Saulo Alencastre, Cânone Grá-fico, 2015).
Keywords: William Blake
Intermidialidade
“A rosa doente”
Jerusalém
Gilberto Sorbini & Weimar de Carvalho
Manuel Portela
Saulo Alencastre
Augusto de Campos
Intermediality
"The Sick Rose"
metadata.dc.language: por
Publisher: UFSC
Citation: STEIL, Juliana. Autenticidade e intermidialidade nos livros iluminados de William Blake: um impasse para a tradução. CADERNOS DE TRADUÇÃO, v. 39 n. 2 (2019): Edição Regular (Maio), p. 32-47. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/traducao/article/view/2175-7968.2019v39n2p32. Acesso em: 14 de abril de 2021.
metadata.dc.rights: OpenAccess
metadata.dc.identifier.doi: https://doi.org/10.5007/2175-7968.2019v39n2p32
URI: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/7387
Issue Date: May-2019
Appears in Collections:Letras: Artigos de periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Autenticidade_e_intermidialidade_nos_livros_iluminados_de_William_Blake.pdf606,54 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons