Por favor, use este identificador para citar o enlazar este ítem: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/4671
metadata.dc.type: masterThesis
Título : Associação entre o nascimento de bebês pré-termos e/ou com baixo peso e a doença periodontal materna: um estudo caso-controle na cidade de Pelotas-RS
Otros títulos : Association between preterm birth and/or low birth weight and maternal periodontal disease: a case-control study in Pelotas city
metadata.dc.creator: Krüger, Marta Silveira da Mota
metadata.dc.contributor.advisor1: Romano, Ana Regina
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Corrêa, Fernanda de Oliveira Bello
metadata.dc.description.resumo: A associação entre doença periodontal materna e desfechos perinatais adversos, embasada em modelos teóricos, apesar de extensivamente estudada mantêm-se controversa. O objetivo desse trabalho foi avaliar, a partir de estudo caso-controle, conduzido em três hospitais da cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil, a associação entre o nascimento pré-termo e/ou com baixo peso (NPT e/ou BP) e os parâmetros clínicos da doença periodontal materna. Foram incluídas puérperas que deram à luz a um recém-nascido pré-termo e/ou com baixo peso (grupo caso) e puérperas que tiveram bebês a termo e com peso normal (grupo controle), na proporção 1:2. Os dados foram colhidos através do prontuário médico (identificação, medicação, nascimento do bebê), de entrevista (idade, cor da pele, escolaridade, renda, situação conjugal, ocupação, peso e altura antes da gestação, tabagismo, alcoolismo, número de consultas pré-natal, hábitos de higiene bucal), e do exame clínico (lesão de cárie ativa, índice de placa bacteriana-simplificado, profundidade de sondagem (PS), nível de inserção (NI)). Foi realizada análise bivariada para avaliar a proporção de NPT e/ou BP com relação às variáveis independentes e análise de regressão logística múltipla para avaliar a associação entre desfechos perinatais adversos e variáveis independentes. A amostra foi composta por 140 casos e 276 controles. No grupo caso, das 140 puérperas com NPT e/ou BP, 119 (85%) tiveram parto pré-termo (NPT), 93 (66,4%) bebês com baixo peso (BPN) e 72 (51,4%) apresentaram as duas condições (NPTBP). A presença de periodontite generalizada não esteve associada a nenhum dos desfechos perinatais adversos. Da condição periodontal, não houve associação com NPT e/ou BP e com NPT e para BPN e NPTPB os valores de p foram conflitantes com o intervalo de confiança. O NPT e/ou BP esteve associado, significativamente, com renda entre 1,5-2,9 e ≥ 3 salários mínimos (OR=1,84(1,09 – 3,09); OR=1,89(1,07 – 3,35), respectivamente), adequado número de consultas pré-natal (OR=0,26(0,13 – 0,50)), antecedente de NPT e/ou BP (OR=2,16(1,27 – 3,65)), doença sistêmica (OR=1,70(0,88 – 3,29)), parto do tipo cesárea (OR=1,83(1,20 – 2,77)) e com pré-eclâmpsia (OR= 5,26 (2,43 – 11,4)). As puérperas com maior renda, mais velhas e com antecedente de NPT e/ou BP tiveram maior risco a NPT. A presença de doença sistêmica prévia esteve associada com NPT e/ou BP, NPT e com NPTBP. Conclui-se que, nessa amostra, os parâmetros clínicos da periodontite não foram considerados fatores de risco para os desfechos perinatais adversos estudados.
Resumen : The association between maternal periodontal disease and adverse perinatal outcomes, grounded by theoretical models, although extensively studied remains unclear. The aim of this study is to evaluate, by a case-control study, conducted in three hospitals in Pelotas city, Rio Grande do Sul, Brazil, the association between preterm birth and/or low birth weight (PTB/LBW) and clinical parameters of maternal periodontal disease. Postpartum women who gave birth to a newborn PTB/LBW (case group), and postpartum women who had babies at full term with normal weight (control group) were included, in the ratio 1:2. Data were collected through medical records (identification, medications, baby birth), interview (age, skin color, education, income, marital status, occupation, height and weight before pregnancy, smoking, alcohol consumption, number of prenatal visits, oral hygiene habits), and clinical (active caries lesion, simplified dental plaque index, probing depth (PD), clinical attachment level (CAL)). Bivariate analysis was performed to assess the proportion PTB/LBW in the independent variables and multiple logistic regression analysis to assess the association between adverse perinatal outcomes and independent variables. The sample consisted of 140 cases and 276 controls. By the 140 postpartum women with PTB/LBW in case group, 119 (85%) had preterm birth, 93 (66.4 %) low birth weight babies and 72 (51.4 %) had both conditions. The presence of generalized periodontitis was not associated to any adverse pregnancy outcomes. For the periodontal status, there was no association with PTB/LBW, PTB and with BPN, NPTPB the p values were conflicting with the confidence interval. The PTB/LBW was significantly associated with income between 1.5-2.9 and ≥ 3 minimum wage (OR=1.84 (1.09 to 3.09), OR=1.89 (1.07 - 3.35), respectively), adequate number of prenatal visits (OR=0.26 (0.13 - 0,50)), history of PTB/LBW (OR = 2.16 (1.27 - 3,65)), systemic disease (OR=1.70 (0.88 to 3.29)), cesarean delivery (OR = 1.83 (1.20-2.77 )) and pre-eclampsia (OR= 5.26(2.43- 11.4)). Postpartum women with larger income, older, with previous PTB/LBW had a higher risk for PTB. Previous systemic disease was associated with PTB/LBW, PTB and NPTBP. It can be conclude that, in this sample, the clinical parameters of periodontitis were not considered a risk factor for the studied adverse perinatal outcomes.
Palabras clave : Parto
Doença periodontal
Periodontite
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA::ODONTOPEDIATRIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Editorial : Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Odontologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Odontopediatria
Citación : KRÜGER, Marta Silveira da Mota. Associação entre o nascimento de bebês pré-termos e/ou com baixo peso e a doença periodontal materna: um estudo caso-controle na cidade de Pelotas-RS. 2014. 63f. Dissertação (Mestrado em Odontopediatria). Programa de Pós-graduação em Odontologia. Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2014.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI : http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/4671
Fecha de publicación : 28-abr-2014
Aparece en las colecciones: PPGO: Dissertações e Teses

Ficheros en este ítem:
Fichero Descripción Tamaño Formato  
Associação entre o nascimento de bebês pré-termos e ou com baixo peso.pdf6,7 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Este ítem está sujeto a una licencia Creative Commons Licencia Creative Commons Creative Commons