Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/4670
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Lesões potencialmente malignas e carcinoma espinocelular oral: estudo de suas características individuais, clínicas e sua relação com a angiogênese
Other Titles: Potentially malignat lesions (PMLs) and oral squamous cell carcinoma: study of their individual, clinical and histological characteristics and their relation with the angiogenesis
metadata.dc.creator: Antonello, Guilherme de Marco
metadata.dc.contributor.advisor1: Tarquinio, Sandra Beatriz Chaves
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Vasconcelos, Ana Carolina Uchoa
metadata.dc.contributor.advisor-co2: Gomes, Ana Paula Neutzling
metadata.dc.description.resumo: O objetivo desta pesquisa foi realizar um estudo analítico-descritivo de casos de lesões potencialmente malignas (LPM), de baixo e alto risco de malignização e do carcinoma espinocelular (CEC), avaliando suas características individuais, clínicas e histopatológicas. Além disso, o presente estudo visa também correlacionar o potencial angiogênico das LPM e do CEC, através da identificação da microdensidade vascular (MVD), bem como, para os casos de CEC correlacionar a presença de metástase com tais variáveis. Uma amostra de 49 pacientes, sendo 15 (30.6%) LPM de baixo risco de malignização, 15 (30.6%) LPM de alto risco e 19 (38.8%) casos de CEC, foi investigada por meio de um questionário em forma de entrevista e por uma análise imunoistoquimica com o anticorpo anti-CD34 – para marcar os vasos sanguíneos neoformados - visando avaliar a MVD de cada grupo. Observou-se uma maior prevalência de LPM e CEC em homens e indivíduos adultos mais velhos. Em relação aos hábitos de tabaco e álcool, nossos achados corroboraram os da literatura, confirmando o papel desses dois principais fatores de risco na carcinogênese oral. A análise da MVD mostrou associação estatisticamente significante entre os grupos de LPM de baixo risco com MVD média de 16.5, LPM de alto risco, com 21.9 e de CECs com 29.3. Considerando-se as limitações deste estudo, foi possível concluir que indivíduos do sexo masculino, adultos com idade mais avançada, fumantes e consumidores de bebidas alcoólicas estiveram associados há uma maior propensão de ocorrências de LPM e CEC. Além disso, o potencial angiogênico, representado pela MVD, mostra significativo aumento com a progressão das LPMs em malignas, sendo um marcador importante na estimativa do prognóstico dessas lesões.
Abstract: It was aimed to perform an analytic and descriptive study of cases from potentially malignant lesions (PML), presenting low or high risk of malignization, as well as cases of oral squamous cell carcinomas (OSCC), evaluating their individual, clinical and histological characteristics. Moreover, the angiogenic potential of PMLs and OSCCs were correlated with those variables and also with the presence of metastasis, through the microvessel density (MVD) analysis. A sample of 49 patients, being 15 (30.6%) cases of low risk PML, 15 (30.6%) of high risk PML and 19 patients (38.8%) with OSCC was investigate, using a questionnaire and also performing the immununohistochemical technique for the antigen anti-CD34 (blood vessell marker) in order to evaluate the MVD for each group. The results showed a higher prevalence of men and older adults with PMLs and CECs. Regarding to the tobacco and alcohol consumption our findings corroborated the literature, confirming the role of these main risk factors in the oral carcinogenesis. The MVD analysis showed a statistically significant association among the low risk PML median (16.5), high isk PML median (21.9) and OSCC group median (29.3). Considering the limitations of this study, it was possible to conclude that male, older adults, smokers and alcohol consumers had more likely PMLs and OSCCs. Moreover, the angiogenic potential expressed as MVD indexes showed significant increasing in PMLs progressing to OSCC lesions, being an important marker of prognosis for these conditions.
Keywords: Tabaco
Álcool
Câncer bucal
Carcinoma de células escamosas
Angiogênese
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Odontologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Diagnóstico Bucal
Citation: ANTONELLO, Guilherme de Marco. Lesões potencialmente malignas e carcinoma espinocelular oral: estudo de suas características individuais, clínicas e sua relação com a angiogênese. 91f. Dissertação de Mestrado. Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Faculdade de Odontologia, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2014.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/4670
Issue Date: 30-May-2014
Appears in Collections:PPGO: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Lesões Potencialmente Malignas e Carcinoma Espinocelular.pdf1,74 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons