Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/4667
metadata.dc.type: masterThesis
Title: Avaliação dos fatores que influenciam a substituição de restaurações de amálgama por resina composta em dentes posteriores ao longo da vida: um estudo numa coorte de nascimentos
Other Titles: Evaluation of factors that influencing amalgam restorations replacment by composite resins in posterior teeth in the life course: a study in a birth cohort.
metadata.dc.creator: Chisini, Luiz Alexandre
metadata.dc.contributor.advisor1: Corrêa, Marcos Britto
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Demarco, Flávio Fernando
metadata.dc.description.resumo: As restaurações diretas ainda são o método mais utilizado para o tratamento das sequelas da cárie dentária. Entre os materiais utilizados para esse fim, o amálgama foi o mais utilizado durante o século XX e seu uso mostrou grande declínio nas últimas décadas, principalmente devido ao aumento da demanda estética e à ausência de adesão à estrutura dentária. Com o avanço dos sistemas adesivos, as resinas compostas tornaram-se os materiais de escolha por profissionais e pacientes, principalmente devido à alta estética fornecida por eles. A substituição de amálgama por resina composta tem sido uma prática comum e isso se deve, em grande parte, à busca dos pacientes por padrões altamente estéticos. Assim, o objetivo do presente estudo foi avaliar a ocorrência e os fatores de risco para a substituição de restaurações posteriores de amálgama por resinas compostas em indivíduos do sul do Brasil, entre os 24 e 31 anos de idade. Uma amostra representativa de todos os 5914 nascimentos de 1982 em Pelotas foi investigada prospectivamente e as restaurações posteriores foram acessadas aos 24 (n=720) e aos 31 anos de idade (n=539). Foram coletadas variáveis de nível individual (nível 2), incluindo características demográficas, socioeconômicas, de saúde bucal e dentais de diferentes avaliações da coorte. As variáveis do nível dental (nível 1) incluíram o grupo dentário, o tempo estimado na boca e número de superfícies de restaurações. Um total de 246 indivíduos apresentaram 718 restaurações de amálgama aos 24 anos. A ocorrência de substituição em 7 anos foi de 18,9%. Os modelos de regressão de Poisson multinível mostraram que indivíduos negros apresentaram menor risco de substituição de restaurações de amálgama por resina composta em comparação com indivíduos brancos (IRR - 0,39 (0,16 - 0,95)). O aumento do nível educacional aos 31 anos foi associado ao aumento do risco de substituição de restaurações de amálgama. Indivíduos com 12 ou mais anos de educação apresentaram um risco maior que quatro vezes de ter suas restaurações substituídas. Considerando as variáveis de nível dental, as restaurações de amálgama com duas ou mais superfícies aos 24 anos mostraram um IRR 2,80 vezes maior para a substituição em comparação com aquelas com apenas uma superfície. Fatores individuais assim como os relacionados com os dentes desempenharam um papel fundamental na escolha da substituição de amálgama por resina composta. Além disso, a substituição de restaurações de amálgama por resina composta em dentes posteriores foi um procedimento comum, mesmo com um valor estético questionável.
Abstract: Direct restorations are still the most frequently method used for the treatment of the sequelae of dental caries. Among the materials used for this purpose, the amalgam was the most used during the twentieth century and its use showed broad decline in recent decades mainly due to increase on esthetic demand and the absence of adhesion to tooth structure. With the improvement of adhesive systems, resin composites have become the materials of choice for professionals and patients, mainly due to high aesthetics provided by them. Replacement of amalgam for composite resin has been a common practice and this is due, in large part, to search for highly aesthetic patterns by patients. Thus, the aim of present study was to evaluate the occurrence and risk factors for replacement of amalgam posterior restorations for composite resins in individuals from 24 to 31 years old, in southern Brazil. A representative sample of all 5914 births in 1982 in Pelotas was prospectively investigated, and the posterior restorations were accessed at 24 (n=720) and 31 years of age (n=539). Individual-level variables (level 2) including demographic, socio-economic, oral health and dental service characteristics were collected from different waves of the cohort. Tooth-level variables (level 1) included dental group, estimated time in mouth and number of surfaces of restorations. A total of 246 individuals presented 718 amalgam restorations at 24 years. The occurrence of replacement in 7 years was 18.9%. Multilevel Poisson regression models showed that black people presented a lower risk for replacement of amalgam restorations for composite resin compared with white individuals (IRR – 0.39 (0.16 – 0.95)). The increase on educational level at age 31 was associated with increased risk for replacement of amalgam restorations. Individuals with 12 or more years of education presented more than four-fold risk to have their restorations replaced. Considering tooth-level variables, amalgam restorations with two or more surfaces at age 24 showed an IRR 2.80 times greater for replacement compared with those with only one surface. Both individual and tooth-related factors play a key role in choosing for replacement amalgam fillings by composite resin. Furthermore, substitution of amalgam restorations for composite resin in posterior teeth was a common procedure, even with a questionable aesthetic value.
Keywords: Estudos de coorte
Epidemiologia
Resina composta
Amálgama
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Odontologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Dentística
Citation: CHISINI, Luiz Alexandre. Avaliação dos fatores que influenciam a substituição de restaurações de amálgama por resina composta em dentes posteriores ao longo da vida: um estudo numa coorte de nascimentos. 2017. 77f. Dissertação de Mestrado em Odontologia – Programa de Pós-Graduação em Odontologia. Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2017.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/4667
Issue Date: 15-Feb-2017
Appears in Collections:PPGO: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Avaliação dos fatores que influenciam a substituição de restaurações de.pdf1,39 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons