Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/4666
metadata.dc.type: doctoralThesis
Title: Problemas sociais, emocionais e comportamentais e bruxismo do sono em escolares
Other Titles: Emotional and behavioral influence on sleep bruxism in children
metadata.dc.creator: Brancher, Letícia Coutinho
metadata.dc.contributor.advisor1: Goettems, Marília Leão
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Boscatto, Noéli
metadata.dc.contributor.advisor-co2: Silva, Ricardo
metadata.dc.description.resumo: Atualmente, um número significativo de evidências permite supor que a ocorrência do bruxismo do sono (BS) em crianças é influenciada por características psicológicas. Embora raramente diagnosticados, os problemas de saúde mental são comuns em crianças e adolescentes. Poucos estudos presentes na literatura utilizaram instrumentos validados para avaliar características psicológicas e BS entre crianças. Dessa forma o objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência de BS e sua associação com problemas sociais, emocionais e comportamentais em crianças de 8 anos de idade, matriculadas em 20 escolas municipais de Pelotas/RS. Foram utilizados dados de um estudo multidisciplinar intitulado “Infância Saudável em Contexto”. As crianças foram submetidas a um exame de saúde bucal nas escolas seguindo os critérios da Organização Mundial de Saúde. Foram avaliadas 552 crianças no período de agosto de 2015 a novembro de 2016. Os critérios propostos pela Academia Americana de Medicina do Sono foram usados para determinar BS. A presença de desgaste dentário foi verificada por meio de exames clínicos, e os pais/responsáveis responderam a um questionário sobre o comportamento e os hábitos de seus filhos. Além disso, os problemas sociais, emocionais e comportamentais das crianças foram investigados por meio do Questionário de Capacidades e Dificuldades (Strengths and Difficulties Questionnaire - SDQ), aplicado aos pais/responsáveis. Análise bivariada (teste qui-quadrado) e multivariada (Regressão de Poisson) foram realizadas (P<0,05). A prevalência de BS foi de 16%. A análise multivariada mostrou uma associação significativa do BS com maiores escores nas dificuldades totais (SDQ total) (RP X; IC 95% X), sintomas emocionais (RP X; IC 95% X) e problemas de relacionamento com os pares (RP X; IC 95% X). Assim, os resultados da tese fornecem evidências que problemas emocionais e comportamentais estão associados a uma maior prevalência de bruxismo do sono em escolares. Os achados reforçam a importância de mais pesquisas interdisciplinares, envolvendo odontologia e psicologia, aumentando a compreensão do BS e auxiliando assim na criação de estratégias para sua interceptação, evitando uma série de efeitos deletérios sobre o sistema estomatognático.
Abstract: Currently, a significant number of evidence suggests that the occurrence of sleep bruxism (SB) in children is influenced by psychological characteristics. Although rarely diagnosed, mental health problems are common in children and adolescents. Few studies in the literature have used validated instruments to assess psychological characteristics and SB among children. Thus, the objective of this study was to evaluate the prevalence of SB and its association with social, emotional and behavioral problems in 8-year-old children enrolled in 20 municipal schools in Pelotas / RS. Data from a multidisciplinary study entitled "Healthy Childhood in Context" were used. A total of 552 children were evaluated from August 2015 to November 2016. The criteria proposed by the American Academy of Sleep Medicine were used to determine SB. The presence of dental wear was verified through clinical examinations, and the parents / guardians answered a questionnaire about the behavior and habits of their children. In addition, the social, emotional and behavioral problems of children were investigated through the Strengths and Difficulties Questionnaire (SDQ), applied to parents / guardians. Bivariate (chi-square test) and multivariate analysis (Poisson Regression) were performed (P <0.05). The prevalence of was 16%. The multivariate analysis showed a significant association of SB with higher scores in total difficulties (total SDQ) (RP X, 95% CI), emotional symptoms (RP X, 95% CI) and relationship problems with the peers, 95% CI X). Thus, the results of the thesis provide evidence that emotional and behavioral problems are associated with a higher prevalence of sleep bruxism in schoolchildren. The findings reinforce the importance of more interdisciplinary research, involving dentistry and psychology, increasing the understanding of BS and thus helping to create strategies for its interception, avoiding a series of deleterious effects on the stomatognathic system.
Keywords: Estudo transversal
Criança
Bruxismo
Problemas comportamentais
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA::ODONTOPEDIATRIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Odontologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Odontopediatria
Citation: BRANCHER, Letícia Coutinho. Influência emocional e comportamental no bruxismo do sono em crianças. 84f. Tese (Doutorado em Clínica Odontológica – Odontopediatria) – Programa de Pós-Graduação em Odontologia. Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2019.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/4666
Issue Date: 27-Mar-2019
Appears in Collections:PPGO: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Problemas sociais, emocionais e comportamentais e bruxismo do.pdf828,18 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons