Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/4289
metadata.dc.type: doctoralThesis
Title: Avaliação do uso de tecidos dentários animais como substitutos a dentes humanos em testes in vitro: revisão sistemática e metanálise
Other Titles: Evaluation of the use of animal dental tissues as substitutes to human teeth in in vitro tests: systematic review and meta-analysis.
metadata.dc.creator: Farias Junior, Celaniro Borges de
metadata.dc.contributor.advisor1: Moraes, Rafael Ratto de
metadata.dc.description.resumo: Embora muitos estudos avaliem a possibilidade de dentes animais serem utilizados como substitutos a dentes humanos na literatura, não há uma resposta clara acerca de qual espécie, qual tipo de dente e para quais tipos de análise os substitutos animais podem ser utilizados. O objetivo deste estudo foi revisar sistematicamente a literatura in vitro para avaliar se há evidência que embase o uso de dentes animais como substitutos a dentes humanos em testes laboratoriais. A revisão foi realizada de acordo com as orientações do manual Cochrane e reportada com base no PRISMA Statement. Três bases de dados internacionais foram usadas: MEDLINE /PubMed, ISI Web of Science e SciVerse Scopus. Foram incluídos estudos que avaliavam tecidos dentários duros (esmalte e/ou dentina) de dentes animais comparados com dentes humanos, envolvendo análises químicas, físicas, estruturais ou morfológicas em testes in vitro. Após a triagem de 2834 títulos únicos,57 artigos foram incluídos nesta revisão sistemática, sendo 57 submetidos à análise qualitativa e destes 15 estudos incluídos na síntese quantitativa (metanálise). Considerando que, havia muita heterogeneidade entre os estudos, a extração de dados foi realizada de acordo com fatores considerados relevantes: substrato dentário animal (diferentes espécies), dentição (decídua ou permanente), tipo de dente animal e humano, variável-resposta, grupos e tratamentos testados, entre outros. As análises quantitativas foram separadas em resistência de união, propriedades mecânicas e de superfície e outras propriedades e características dos tecidos dentários, sendo reportados para estes desfechos médias, desvio-padrão e tamanho amostral (n). Adicionalmente, foram extraídos separadamente dados qualitativos presentes nos estudos. Como a maioria das análises envolviam apenas dentes bovinos, a metanálise foi restrita ao substrato bovino como substituto animal aos dentes humanos. A heterogeneidade estatística dos efeitos do substrato entre os estudos foi determinada usando o teste-Q de Cochran e a inconsistência através do teste I2, em que valores maiores que 50% foram considerados como indicativos de heterogeneidade substancial. Ao fim do estudo, percebe-se que não há evidências tão abrangentes assim na literatura que permitam conclusões tão específicas, que ficam limitadas a dentes bovinos, que perfizeram 80,7% de todas as comparações com dentes humanos; à dentição permanente, seja de dentes humanos ou animais, que correspondeu à 89,5% das comparações em que o tipo de dentição foi informada pelos autores; a dentes humanos posteriores, que corresponderam a 83,6% da amostra, comparados a dentes anteriores animais, que corresponderam a 96,6% de todas as comparações aqui presentes. Considerando essas limitações, o resultado da literatura revisada sugere que não há evidência suficiente que suporte o uso de tecidos dentários animais que não sejam bovinos em 8 testes laboratoriais na pesquisa odontológica; que a dentina bovina parece substituir bem a dentina humana, enquanto o esmalte bovino apresenta mais limitações na substituição do esmalte humano; o uso de dentes bovinos, especialmente dentina, parece ser bem suportado para testes laboratoriais envolvendo adesão e propriedades mecânicas ou da superfície dos dentes e que toda e qualquer análise laboratorial que utilize dentes animais como substitutos a dentes humanos deve levar em consideração as diferenças estruturais e morfológicas existentes entre os tecidos.
Abstract: Although many studies have evaluated the possibility of animal teeth being used as substitutes for human teeth in the literature, there is no clear answer as to which species, which type of tooth and for which types of animal substitutes can be used. systematic review of the in vitro literature to evaluate if there is evidence that supports the use of animal teeth as substitutes for human teeth in laboratory tests. The review was performed according to the guidelines of the Cochrane Handbook and reported based on the PRISMA Statement. Three international databases were used: MEDLINE / PubMed, ISI Web of Science and SciVerse Scopus. We included studies evaluating hard dental tissues (enamel and / or dentin) of animal teeth compared to human teeth, involving chemical, physical, structural or morphological analyzes in in vitro tests. After the screening of 2834 single titles, 57 articles were included in this systematic review, 57 of which were submitted to qualitative analysis and of these 15 studies included in the quantitative synthesis (meta-analysis). Considering that there was a great deal of heterogeneity among the studies, data extraction was performed according to factors considered relevant: animal dental substrate (different species), dentition (deciduous or permanent), animal and human tooth type, variable-response groups and treatments tested, among others. The quantitative analyzes were separated in bond strength, mechanical and surface properties and other properties and characteristics of the dental tissues, being reported for these mean outcomes, standard deviation and sample size (n). In addition, qualitative data were extracted separately from the studies. As most analyzes involved only bovine teeth, the meta-analysis was restricted to the bovine substrate as an animal substitute for human teeth. Statistical heterogeneity of substrate effects between studies was determined using Cochran's Q-test and inconsistency through the I2 test, where values greater than 50% were considered as indicative of substantial heterogeneity. At the end of the study, we find that there is no such comprehensive evidence in the literature that allows such specific conclusions, which are limited to bovine teeth, which accounted for 80.7% of all comparisons with human teeth; to the permanent dentition, whether of human or animal teeth, which corresponded to 89.5% of the comparisons in which the type of dentition was informed by the authors; to posterior human teeth, which corresponded to 83.6% of the sample, compared to previous animal teeth, which corresponded to 96.6% of all comparisons presented here. Considering these limitations, the results of the reviewed literature suggest that there is insufficient evidence to support the use of non-bovine animal dental tissues in laboratory tests in dental research; that bovine dentin seems to replace human dentin well, whereas bovine enamel has more limitations in the replacement of human enamel; the use of bovine teeth, especially dentin, appears to be well supported for laboratory tests involving adhesion and mechanical or tooth surface properties and that any laboratory analysis using animal 10 0 101 teeth as a substitute for human teeth should take into account structural and morphological differences between tissues.
Keywords: Dentina
Esmalte
Tecidos dentários
Testes laboratoriais
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA::MATERIAIS ODONTOLOGICOS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Odontologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Materiais Odontológicos
Citation: FARIAS JUNIOR, Celaniro Borges de. Avaliação do uso de tecidos dentários animais como substitutos a dentes humanos em testes in vitro: revisão sistemática e metanálise. 2018. 68p. Tese (Doutorado em Odontologia) – Programa de Pós-Graduação em Odontologia, Faculdade de Odontologia, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2018
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/4289
Issue Date: 28-Apr-2018
Appears in Collections:PPGO: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_Doutorado Celaniro Junior.pdf2,2 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons