Please use this identifier to cite or link to this item: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/4248
metadata.dc.type: doctoralThesis
Title: Formulação de um marcador químico para identificação de restaurações dentárias em investigação forense
Other Titles: Formulating a chemical marker for identification of aesthetic dental restorations in forensic investigation
metadata.dc.creator: Irfan, Mohammed
metadata.dc.contributor.advisor1: Silva, Adriana Fernandes da
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Piva, Evandro
metadata.dc.description.resumo: O método de identificação dental por meio de analise das superfícies restauradas é frequentemente utilizado para a identificação de vítimas envolvidas em desastres em massa, acidentes e investigações criminais. Contudo, a utilização desse método é dificultada pela melhoria da similaridade dos materiais restauradores com as estruturas dentárias. O objetivo deste estudo foi desenvolver um produto para facilitar a identificação dental quando da obtenção do odontograma em investigações forenses, através de uma patente, bem como analisar o desempenho deste quanto a validação de um método de diagnóstico. O produto foi desenvolvido para pigmentar, irreversivelmente apenas as estruturas dentais. Assim, restaurações de resina, ionoméricas ou protéticas não são corados onde foram analisados quanto a melhor concentração, teste de envelhecimento para analise de cor e pH do produto. Após diferentes concentrações obteve-se um pulverizador contendo o produto de pronto uso em investigação forense. Quanto ao teste de validação, após obtenção de 42 dentes humanos preparados e dispostos em 3 mandíbulas artificias, três (3) avaliadores calibrados analisaram 3 possíveis métodos de diagnóstico. Grupo I: Padrão ouro empregando a luz ultravioleta (UV) para identificação e Grupos experimentais II e III, ambos contendo o produto pulverizado, sendo que no último existiu também a UV para em concomitante com o corante. Os dados foram tabulados e submetidos à análise estatística, considerando poder de 80% e nível de significância de 5%. Para comparar os desfechos no Período pós-intervenção, de acordo com os grupos de identificações, foi utilizado o teste de especificidade, sensibilidade, valor preditivo positivo (PPV) e valores preditivos negativos (NPV). A comparação das prevalências dos desfechos entre os grupos de tratamento foi realizada através do teste de qui-quadrado de heterogeneidade. As análises foram realizadas no software STATA 15. Os resultados demonstraram que o Grupo experimental III apresentou resultados positivos para a sensibilidade e sensitividade da técnica com alta confiança do examinador no uso da técnica em curto período de identificação dentaria.
Abstract: The dental identification method by comparing the restored surfaces is often used for the identification of victims involved in mass disasters, Air accidents and in criminal investigations, especially when the remains are compromised. However, the use of this method has become difficult by the improvements in fabrication of resin restorations; they resemble similarities with dental structures. The objective of this study was to develop a product to facilitate dental identification while obtaining the dental chart during forensic investigations, apart from analyzing the performance of this product as the validated diagnostic method a patent has also been deposited demonstrating the ownership of the discovery. The product was developed to irreversibly stain the dental structures only. Thus, restorations of resin, ionomer or prosthodontic appliances are not stained when they are analyzed with best colour concentration and pH of the product. After testing different concentrations an ideal spray was obtained containing the product ready for forensic investigation. For the validation test, cavity preparations were made and restored with resin restorative materials on 42 human teeth which were arranged in 3 artificial jaws, three (3) calibrated evaluators analyzed 3 possible diagnostic methods. Group I: Gold standard using ultraviolet (UV) light for identification and Experimental groups II and III, both containing the pulverized investigative dye, but in Group III apart from investigative dye has utilized UV light. The data were tabulated and submitted to statistical analysis, considering power of 80% and level of significance of 5%. The specificity, sensitivity, positive predictive value (PPV) and negative predictive value (NPV) tests were used to compare the outcomes in the post intervention period according to the identification groups. The comparison of the prevalence’s of outcomes between the treatment groups was performed using the chi-square test of heterogeneity. The analysis were performed using STATA 15 software. The results showed that the experimental group III presented positive results for the sensitivity and sensibility for the technique used with high confidence levels of the examiners in a short period of dental identification.
Keywords: Odontologia Forense
Antropologia Forense
Antraquinonas
Alizarina
Biomarcadores
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::ODONTOLOGIA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal de Pelotas
metadata.dc.publisher.initials: UFPel
metadata.dc.publisher.department: Faculdade de Odontologia
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Dentística
Citation: IRFAN, Mohammed. Formulação de um marcador químico para identificação de restaurações dentárias em investigação forense. 2017. 63f. Tese (Doutorado em Dentistica) - Programa de Pós-Graduacão em Odontologia, Faculdade de Odontologia, Universidade Federal de Pelotas, Pelotas 2017.
metadata.dc.rights: OpenAccess
URI: http://guaiaca.ufpel.edu.br:8080/handle/prefix/4248
Issue Date: 27-Sep-2017
Appears in Collections:PPGO: Dissertações e Teses

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese Mohammed Irfan.pdf1,84 MBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons